sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Deportação!!!

Qual a diferança entre ser deportado, expulso e extraditado de um país?
Para o efeito da lei, uma pessoa admitida no aeroporto não esteve naquele território. A deportação acontece quando o estrangeiro é pego em situação irregular e expulsão, quando for um ato ilícito. A extradição é o pedido de um governo a outro para receber de volta um cidadão foragido.

O que leva um país a negar a entrada de uma pessoa?
Os países que mais sofrem com a imigração ilegal, como Espanha e EUA, costumam ser os mais rigorosos com a documentação exigida para a entrada. A falta de algum documento ou mesmo cair em contradição durante a entrevista com o Oficial da Imigração, também fazem muitos viajantes voltarem para casa.

O que fazer para evitar essa situação desagradável?
O mais importante é provar os motivos da sua viagem. Se for a turismo, leve vouchers de hotel, bilhetes de trem e passagem de volta. Se for ficar hospedado na casa de alguém, em um dos 24 países da Europa que pertencem ao Tratado de Schengen, é preciso ter uma carta convite, providenciada pelo anfitrião em um departamento da Polícia Federal, mediante o pagamento de cerca de 100 euros. Se for para estudar, é necessária a cópia de matrícula na escola ou universidade. Se for para algum evento, congresso ou coisa do tipo, leve consigo, uma cópia do convite. É preciso ainda, ter uma quantia mínima de 60 euros por dia, além de uma cartão de crédito internacional. Para a sua segurança, faça um seguro saúde (com cobertura de 30 mil euros) e verifique a validade de seu passaporte (validade mínima de 6 meses).

Fonte: Revista Viagem e Turismo, Matéria de Júlia Gouveia / Abril de 2008
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário