sábado, 12 de fevereiro de 2011

Caminhada para a Pedra da Gávea - Dicas e Lendas

Quem pensa que fazer trilha é fácil e que a Pedra da Gávea é só mais uma em suas vidas, não ingresse nessa. Essa trilha pode nos proporcionar momentos absolutamente inesquecíveis, quando bem planejado e preparado. Por outro lado, pode ser uma terrível experiência e nos causar muita dor de cabeça, principalmente quando não se tem o preparo físico exigido pelo Grande Imperador da Gávea.

A Pedra da Gávea é a montanha mais cheia de Misticismo no Rio de Janeiro. São inúmeras as lendas que circundam o grande gigante da Gávea. Essas lendas envolvem fenícios, discos voadores e muitas outras lendas.

A trilha é muito puxada, são aproximadamente 3 horas e meia de caminha ingrime e bem cansativa, mas todo esforço é recompensado com a benção do Gigante e do visual lá do topo. A recompensa da vista lá de cima é imensa e não tem preço, pois conseguimos avistar: São Conrado, Morro Dois Irmãos, Praia de Ipanema e Leblon, Pedra do Elefante em Niterói, Barra, Recreio, parte do Parque Estadual da Pedra Branca, Lagoa Rodrigo de Freitas entre muitos outros atrativos. A subida mescla partes difíceis e fáceis ao mesmo tempo. As difíceis obriga você a se segurar nas raízes das árvores e nas pedras. Esteja preparado, para se sujar, pois tem que colocar a mão no chão e em pedras com limo, se estiver molhada, já viu né!!! Escorrega fácil.

Como chegar: Ir pela Orla até a Barra da Tijuca. Se dirigir a Barrinha, logo no início da Barra. Dali, já dentro do condomínio da Barrinha começa a trilha.

Localização: Parque Nacional da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ

Sabia mais sobre:

Ai vão algumas dicas importantes para que a caminhada seja a mais proveitosa possível.


Outras dicas importantes:

- Respire pelo nariz e expire pela boa, isso facilita bastante na caminhada e ajuda a não cansar tanto.
- procure tornar tudo divertido, independente do resultado. Um cume com um visual incrível é o objetivo aqui.
- Esteja preparado! Estar corretamente preparado é a chance para um dia perfeito ao ar livre e em contato com a natureza. Lembre-se que não trata-se apenas de ter os equipamentos e as informações corretas, mas de atitudes e pensamentos certos. Lembrem-se que cada um tem a força e a resistência diferente. Então, devemos respeitar nossos limites sempre.
- Faça um plano realista. Não coloque peso em excesso em suas mochilas, não superestime suas habilidades!
- Para nosso conforto, caminhar em passos lentos é imprescindível para que não tenhamos dores musculares no dia seguinte. Ao perceber que o companheiro de trilha está cansado, proponha ao grupo que dê uma paradinha para o descanso. Incentive seus colegas de trilha com palavras motivadoras, parabenize-os pelos ganhos.
- Seja paciente com os companheiros de trilha. Não se preocupe em sair dos planos de horários e distâncias. Esteja realmente preparado para mudar seus planos!
- Encoraje seus companheiros a seguirem regras rígidas de segurança, responsabilidade e impacto ambiental. Sempre que possível, explique, ao invés de dar ordens (a menos que a segurança delas e do meio ambiente esteja correndo riscos). Respeitar a natureza e seus limites de segurança são duas importantes regras a serem seguidas nessa caminhada.

Sugestões de roupas, equipamentos e alimentos a serem levados:

* Calçado – Para essa caminhada é de extrema importância que todos estejam bem calçados. Ou seja, com um tênis, bota bem confortáveis, leves e flexíveis, com um solado bom e aderente e, de preferência, com cano alto ou meio cano, que protege o tornozelo de torções. Use meias de algodão que evitam bolhas nos pés. NÃO FAÇA A TRILHA DE CHINELOS, SANDÁLIAS DE DEDO OU SIMILARES.

* Mochilas – escolha-as cuidadosamente e que seja apropriada ao tamanho, peso e sua força, o tamanho e a dificuldade da caminhada.

* Roupas – a mais leve possível. Para aqueles que não gostam de mosquitos ou quaisquer outros tipos de insetos, aconselhamos usar calças compridas de tactel que é um material fino e confortável. Use camisetas finas, leves e bem frescas. Você vai suar bastante. Usar um chapéu para se proteger do sol é bem importante.

Sugestões de coisas que não devem faltar na mochila!

* Protetor solar.
* Repelente.
* Óculos escuros (com proteção UV).
* Primeiros socorros.
* Papel Higiênico e saco de lixo – ‘traga de volta tudo o que levou’.
* Água e lanches – A água é o que mais devemos levar para essa trilha, no mínimo de 3 litros.
* Máquina fotográfica – este é um item importante também. Mas lembre-se “tire apenas fotografias e deixe apenas pegadas”.

No mais, é só curtir a trilha e o visual lá de cima!
Share:

RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

Garanta seu Seguro Viagem

Reserve Já seu Hotel

Booking.com